Para quem é o desafio de se expor?

Ensaio sobre a exposição e a privacidade.

Há alguns dias tive uma reunião com uma profissional de design que está atuando em um dos projetos que faço parte.

Com a finalidade de desenvolver uma identidade visual autêntica, pediu o perfil de todos os integrantes do projeto.

E lá pelas tantas deu uma paulada no grupo. Para mim, foi daquelas que está latejando até agora.

Durante o encontro, ela proferiu a seguinte frase: “tive dificuldade em conhecer vocês pelas redes sociais. Vocês só postam textos de outras pessoas. Não dá para saber se é aquilo que realmente sentem e pensam.”

O que ela falou mexeu coisas aqui dentro. Eu adoro postar fotos minhas com legendas de textos, poemas e músicas de pessoas que admiro. Porém, fiquei muito atenta ao que ela disse.

Depois disso, minha cabeça fervilhou. Por que eu não me mostro mais? Já que posto fotos em situações de auto e alta exposição? Por que não me expresso mais? O que está por trás das frases perfeitas e controversas de Osho, Florbela Espanca, Nietzsche, Pablo Neruda e Rupi Kaur que amo tanto?

Além disto, o que existe dentro de mim que eu disfarço e atribuo a outras pessoas?

Estou com essas questões no prato. Hoje, estudar e praticar Shibari me ajuda nisso. Posso e passo a Investigar os limites da minha privacidade e do que quero expor. Dos limites das minhas luzes e das minhas sombras. E principalmente quais os limites eu posso ultrapassar.

Você tem passado dos limites? Eu sim. E está fazendo uma transformação na minha existência.

📷 @arteshibaribrasil

quemtemlimiteémunicipio #limite #libido #ultrapassandolimites #shibari #shibaritantrico #tantrashibari #semlimites #nolimite #osho #florbelaespanca #nietzsche #neruda #rupikaur

Falta ou Excesso de Libido. Como Tantra pode ajudar?

Terapia Tântrica Auxilia no equilíbrio da Libido

Muitas pessoas acreditam que a força da sexualidade localiza-se apenas no genital.

O que não é verdade. A vitalidade é intimamente ligada à Libido. Se ainda não sabe, Libido é uma energia que faz os indivíduos buscarem a realização de suas necessidades básicas.

Como saciar a fome, por exemplo, e também se interessar por todas as formas de prazer.

Na linguagem cotidiana, Libido pode ser entendida como “vontade”. Para compreender melhor este conceito podemos nos basear em expressões usuais como quando dizemos: “não estou com vontade”; “sem tesão não há solução”.

Estas formas de comunicação autêntica, sinalizam a importância da Libido em todas as nossas ações.

A capacidade de canalizar a Libido para o mundo exterior é fundamental para o equilíbrio do ser humano.

Problemas no direcionamento dessa potência podem ocasionar falhas na socialização, como o autismo, auto-agressão, masturbação compulsiva e outros distúrbios de comportamento.

Assim, parte da libido acaba reprimida ou destruída através dos mecanismos repressores sociais.

Outra parte é deslocada para atos humanos como estudar, fazer arte, trabalhar ou atividades que julgamos importantes ao longo de nossas vidas

E uma significativa parte fica disponível para o prazer sexual

A Libido é a energia que move o ser humano a se relacionar com os objetos, com o meio ambiente ou com outras pessoas, do mesmo sexo ou do sexo oposto.

Se não fosse pela por ela, o ser humano não iniciaria sua relação com o mundo e também não a valorizaria.

É esta energia que garante que as crianças comecem a brincar, a locomoverem-se para explorar a realidade à sua volta.

Libido também significa limites, ter a noção dos limites à nossa volta.

Reconhecer o que é proibido?
O que é perigoso? O que é aceitável? E o que é livre.

Muitas doenças, incluindo mentais e psicossomáticas, podem estar relacionadas com a falta ou perda de libido, como por exemplo: depressão, anorexia, e outras.

libido #depressão #vontadedeviver #forcadevontade #tantra #tabu #tesao